Morre comandante dos EUA na Guerra do Golfo Norman Schwarzkopf aos 78 anos

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 17:06 BRST
 

WASHINGTON, 28 Dez (Reuters) - Norman Schwarzkopf Jr., o general do Exército dos Estados Unidos cujas forças derrotaram o Exército iraquiano na Guerra do Golfo de 1991, morreu na quinta-feira aos 78 anos, disse uma autoridade norte-americana.

O general de quatro estrelas muito condecorado morreu às 14h22 de quinta-feira (17h22 em Brasília) em sua casa em Tampa, na Flórida, disse a autoridade, que falou sob anonimato. A causa da morte não foi anunciada diretamente.

Schwarzkopf, um robusto veterano da Guerra do Vietnã conhecido entre seus soldados como Stormin' Norman, comandou mais de 540.000 soldados norte-americanos e 200.000 forças aliadas em um conflito de seis semanas que expulsou o líder iraquiano Saddam Hussein do Kuwait em 1991, coroando seus 34 anos de carreira militar.

Em um comunicado divulgado pela Casa Branca, o presidente norte-americano, Barack Obama, descreveu Schwarzkopf como um "legítimo americano", cujo "legado vai permanecer em uma nação que é mais segura por causa de seu serviço patriótico".

O ex-presidente George H.W. Bush, que organizou a coalizão internacional contra o Iraque após a invasão do Kuwait, disse que ele e sua mulher "lamentavam a perda de um verdadeiro patriota americano e um dos grandes líderes militares de sua geração", segundo um comunicado divulgado por seu porta-voz.

Bush está hospitalizado em Houston desde o fim de novembro.

(Reportagem de David Alexander, Ian Simpson e Roberta Rampton)