Nova-iorquina é acusada de mentir para o FBI sobre esquema Newtown

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 18:32 BRST
 

28 Dez (Reuters) - Uma mulher de Nova York que usou sua página no Facebook para atrair doadores para um "fundo de funeral" para uma das crianças mortas no massacre da Escola Primária Sandy Hook foi acusada de mentir para o FBI, mostraram documentos judiciais.

Nouel Alba, 37, do Bronx, usou sua página no Facebook para se passar pela tia de uma das vítimas, Noah Pozner, de 6 anos, e encorajou potenciais doadores a contribuírem para uma conta do PayPal no nome dela, criada em fevereiro, segundo os documentos.

Quando contatada pelos agentes do FBI (Federal Bureau of Investigation) que investigavam relatos de levantamento de fundos fraudulentos depois do tiroteio de 14 de dezembro, Alba alegou que não tinha postado nenhuma informação relacionada a Newtown em sua conta do Facebook, solicitado doações nem acessado sua conta PayPal recentemente.

Ela foi acusada de ter mentido para um agente federal, segundo os documentos judiciais. Se for condenada, Alba pode pegar até cinco anos de prisão e uma multa de 250.000 dólares.

(Reportagem de Dan Burns; Edição de Phil Berlowitz)