Forças de Assad pressionam para retomar subúrbio de Damasco

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012 12:40 BRST
 

AMÃ, 31 Dez (Reuters) - Tropas de elite do governo sírio apoiadas por tanques lutaram na segunda-feira para reconquistar um subúrbio estratégico em Damasco de rebeldes que tem avançado na distância do centro da capital síria.

Cinco pessoas, incluindo uma criança, morreram devido ao lançamento de um foguete que atingiu o subúrbio de Daraya, disseram os ativistas. Daraya é um de uma série de subúrbios muçulmanos sunitas interligados que rodeiam a capital da Síria e tem estado à frente da revolta de 21 meses contra o presidente Bashar al-Assad.

"Este é o maior ataque em Daraya em dois meses", disse Abu Kinan, um ativista da oposição na área.

Conflitos também foram registrados próximos ao aeroporto de Alepppo, maior cidade da Síria, que está no norte. Rebeldes tornaram o aeroporto um alvo na esperança de limitar o acesso do governo à cidade, que está sob controle rebelde.

Rebeldes tomaram controle do norte e leste da Síria nos últimos seis meses, mas forças do governo ainda detém a maior parte da densamente povoada no sudoeste da capital, a principal estrada que liga o norte ao sul e a costa mediterrânea.

Forças do governo conseguiram uma vitória no sábado, expulsando os rebeldes de Deis Baalbeh, um distrito em Homs, uma cidade central importante que atravessa a estrada que liga Damasco com o Norte e o Mediterrâneo.

Alguns ativistas opositores disseram que dezenas ou até centenas de pessoas foram executadas em Deir Baalbeh por tropas que tomaram conta do distrito após dias de luta. Porém, relatos de assassinatos em larga escala no local não puderam ser verificados.

Estima-se que mais de 45 mil pessoas foram mortas na guerra de 21 meses, a maior e mais mortal das revoltas que atingiram o mundo árabe dois anos atrás.

(Por Khaled Yacoub Oweis)

 
Rebeldes sírios enfrentam forças leais ao presidente Bashar al-Assad no distrito de Bustan al-Qasr, em Aleppo. 30/12/2012. REUTERS/Muzaffar Salman