Mortos no tumulto em vigília da Igreja Universal em Angola sobem para 16

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 13:49 BRST
 

LISBOA, 2 Jan (Reuters) - O número de mortos em um tumulto durante uma vigília religiosa na véspera do Ano Novo em um estádio lotado na capital angolana, Luanda, aumentou para 16, informou o estatal Jornal de Angola nesta quarta-feira.

A agência de notícias estatal Angop disse na terça-feira que 10 pessoas foram esmagadas até a morte e 120 ficaram feridas nos portões do estádio Cidadela Desportiva, onde a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) organizou uma vigília.

O número de mortos subiu agora para 16, incluindo três crianças pequenas, informou uma porta-voz do serviço de emergência ao jornal.

A Angop citou Paulo de Almeida, o vice-líder da polícia angolana, dizendo que as medidas de segurança adequadas para a vigília estavam em funcionamento, mas o comparecimento superou as estimativas.

Ele contou que cerca de 150.000 pessoas tentaram assistir ao evento em um estádio que tem capacidade para 50.000.

Um oficial da IURD disse à Angop anteriormente que a igreja tinha esperado um público de cerca de 70.000.

(Reportagem de Shrikesh Laxmidas)