Israel completa parte principal de cerca na fronteira com Egito

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 16:41 BRST
 

JERUSALÉM, 2 Jan (Reuters) - Israel terminou o principal segmento da cerca de arame farpado ao longo de sua fronteira com o Egito nesta quarta-feira, uma barreira contra migrantes ilegais e militantes islamistas que se escondem na região sem lei do Sinai.

A cerca de cinco metros de altura, incrementada por equipamento de vigilância militar, foi apregoada pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, como prova de seu compromisso com a segurança do Estado judeu enquanto ele faz campanha para a eleição nacional em 22 de janeiro.

Assim que a seção final de 14 quilômetros for completada dentro de três meses, a cerca vai se estender do porto de Eilat, no Mar Vermelho de Israel, até a Faixa de Gaza no Mediterrâneo.

Trinta e seis imigrantes cruzaram ilegalmente Israel no mês passado e foram detidos, em comparação com 2.153 que entraram há um ano, disse o gabinete de Netanyahu em comunicado.

"Assim como paramos completamente a infiltração nas cidades israelenses, vamos ser bem-sucedidos na próxima missão, a repatriação de dezenas de milhares de infiltrados já em Israel para seus próprios países", teria dito Netanyahu na cerimônia que marcou o término da construção desta parte.

(Reportagem de Jeffrey Heller e Dan Williams)