EUA declaram estado de calamidade na região do trigo por seca

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 19:36 BRST
 

SÃO PAULO, 9 Jan (Reuters) - O governo dos EUA declarou na quarta-feira estado de calamidade natural em grande parte do chamado Cinturão do Trigo, por causa da persistente seca que ameaça a próxima safra do produto.

Por causa dessa decisão do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), fazendeiros em grandes extensões de quatro Estados produtores de trigo --Kansas, Colorado, Oklahoma e Texas-- poderão solicitar empréstimos emergenciais a juros reduzidos.

Juntos, esses quatro Estados responderam por um terço da produção norte-americana de trigo no ano passado. O Kansas é o maior produtor, com 382 milhões de bushels.

Ao todo, o Departamento de Agricultura declarou situação de calamidade natural em 597 condados de 14 Estados. As regiões incluídas nisso sofreram uma seca entre severa e extraordinária durante oito semanas consecutivas.

Mais de metade deles, 351 condados, ficam no Cinturão do Trigo, que se estende pelas Grandes Planícies norte-americanas, do Texas a Dakota do Norte.

No começo de dezembro, último dado disponível, as condições para o cultivo invernal do trigo eram as piores já registradas. Alguns especialistas dizem que até um quarto da safra será abandonada por causa do seu mau desenvolvimento.

O trigo de inverno, variedade dominante nos EUA, é plantado no outono, fica dormente durante o inverno e é colhido no começo da primavera (no hemisfério norte).

Na sexta-feira, o Departamento de Agricultura deve divulgar sua primeira estimativa de semeadura do trigo de inverno, com base em uma pesquisa feita junto a produtores.

Analistas preveem um aumento de 3,3 por cento em relação à safra anterior. Eles dizem que os preços elevados estimularam os produtores a plantarem mais no último outono boreal, apesar da escassa umidade no solo preparado para o cultivo.   Continuação...