Manifestantes fecham ruas e queimam ônibus em Belfast

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 20:35 BRST
 

BELFAST, 11 Jan (Reuters) - Centenas de jovens favoráveis à ligação da Irlanda do Norte com a Grã-Bretanha bloquearam ruas em vários pontos de Belfast nesta sexta-feira, em mais um protesto contra uma decisão de retirar a bandeira britânica da prefeitura local.

A medida, adotada por votação no ano passado, encerra uma tradição centenária envolvendo a bandeira, motivo de alguns dos mais violentos incidentes na província desde o acordo de paz de 1998 entre católicos republicanos e protestantes unionistas.

Políticos das duas facções condenaram os incidentes, mas os unionistas não conseguiram evitar que grupos de jovens envoltos em bandeiras britânicas entrassem em confronto quase todas as noites com a polícia.

As autoridades disseram que pelo menos oito vias da capital norte-irlandesa foram fechadas por manifestantes. Mais de 100 deles se reuniram no bairro de Rathcoole, na zona norte, e incendiaram um ônibus, segundo uma testemunha da Reuters.

Imagens de TV mostraram dezenas de manifestantes em dois outros pontos da cidade, e pelo menos 200 manifestantes reunidos na vizinha localidade de Glengormley.

A polícia disparou canhões de água e pelo menos uma saraivada de balas de plástico contra os manifestantes que atacavam os agentes com tijolos e garrafas.

(Reportagem de Stephen Mangan)