Casa Branca rejeita pedido de construção de "Estrela da Morte"

sábado, 12 de janeiro de 2013 10:53 BRST
 

WASHINGTON, 12 Jan (Reuters) - O governo de Barack Obama acabou com as esperanças dos fãs de "Guerra nas Estrelas" em toda a galáxia ao rejeitar um pedido oficial para que os Estados Unidos construíssem a "Estrela da Morte", a fictícia estação especial destruidora de planetas existente nos filmes da série.

"O governo compartilha seu desejo de criação de empregos e de grande defesa nacional, mas a 'Estrela da Morte' não está no horizonte", afirmou o chefe do orçamento da Casa Branca para ciência e pesquisa espacial, Paul Shawcross.

"O governo não apoia explodir planetas", afirmou Shawcross em resposta a 34.435 pessoas que assinaram a petição no website de Casa Branca.

A Casa Branca aceita petições e responde às mais populares. A maioria dos pedidos se refere a importantes assuntos políticos.

Mas, nas últimas semanas, a atenção nacional se voltou para petições um pouco estranhas, como uma que apoia a fabricação de uma moeda de platina de um trilhão de dólares para evitar default se o Congresso não conseguir elevar o teto da dívida do país no próximo mês.

Os que pediram a "Estrela da Morte" argumentaram que o projeto criaria empregos e fortaleceria a defesa nacional. Mas as obras seriam caras, particularmente em um momento no qual o governo está concentrado em encontrar maneiras de cortar gastos e reduzir dívidas.

"A construção da 'Estrela da Morte' está estimada em mais de 850.000.000.000.000.000 de dólares. Estamos trabalhando duro para reduzir o déficit, não expandi-lo", disse Shawcross.