Policiais ficam feridos em novos protestos na Irlanda do Norte

sábado, 12 de janeiro de 2013 16:12 BRST
 

BELFAST, 12 Jan (Reuters) - Quatro policiais ficaram feridos durante confrontos entre jovens nacionalistas irlandeses e pró-britânicos em Belfast no sábado após mais um protesto contra a decisão de remover a bandeira britânica da prefeitura.

Nacionalistas jogaram bolas de golfe e pedras contra uma multidão que caminhava para casa depois de uma manifestação no centro da cidade exigindo a volta da bandeira. A polícia usou canhões de água e pelo menos uma rodada de disparos com balas de plástico em uma tentativa de restaurar a calma.

A agitação nas últimas cinco semanas tem sido uma dos mais duradouras na província governada pela Grã-Bretanha desde um acordo de paz de 1998 que encerrou 30 anos de conflito entre nacionalistas irlandeses católicos, que buscam a união com a Irlanda, e partidários britânicos protestantes, determinados a continuar fazendo parte do Reino Unido.

Expondo um profundo descontentamento com o acordo de paz, os partidários britânicos têm realizado protestos noturnos desde que vereadores votaram no mês passado para acabar com uma tradição centenária de hastear a bandeira britânica todo dia sobre a prefeitura.

Políticos pró-Grã-Bretanha uniram-se a seus rivais nacionalistas em condenar a violência, mas não foram capazes de impedir que grupos de jovens envoltos em bandeiras britânicas entrassem em confronto com a polícia.

Os manifestantes reclamaram que a retirada da bandeira foi um passo longe demais na diminuição do domínio dos partidários britânicos na província, dizendo que muitas concessões foram dadas para os nacionalistas irlandeses em um governo de partilha de poder.

Pelo menos 1.000 manifestantes pró-britânicos, alguns com bandeiras e cartazes escritos "Não se Renda", reuniram-se na prefeitura no sábado. Centenas de policiais estavam escoltando-os de volta para o leste de Belfast, quando os confrontos começaram.

(Reportagem de Stephen Mangan)