Rússia diz que rebeldes da Síria devem buscar diálogo com Damasco

domingo, 13 de janeiro de 2013 17:00 BRST
 

Moscou, 13 Jan (Reuters) - A oposição síria deve fazer contra-propostas para o presidente do país, Bashar al-Assad, para começar um diálogo que pode colocar fim ao conflito, disse o Ministro de Assuntos Internacionais da Rússia, Sergei Lavrov, neste domingo.

"O presidente Assad veio com iniciativas que visam convidar todos os membros da oposição ao diálogo. Sim, essas iniciativas provavelmente não vão longe o suficiente. Provavelmente, elas não parecem sérias para alguns, mas são propostas", informou a agência de notícias Interfax, citando Lavrov.

"Se eu estivesse no lugar da oposição, gostaria de vir para cima com as minhas ideias em resposta sobre como estabelecer um diálogo."

O secretário-Geral, Ban Ki-moon, expressou desapontamento com discurso de Assad, há uma semana. Rebeldes sírios o descreveram como uma renovada declaração de guerra.

A Rússia, que tem sofrido mais pressão internacional ajudar a acabar com o derramamento de sangue na Síria, disse que as ideias de Assad devem ser levados em conta.

Lavrov também reiterou a posição de Moscou de longa data que a demanda da oposição síria da saída de Assad não poderia ser uma pré-condição para as negociações de paz, para acabar com o conflito de 21 meses que matou pelo menos 60.000 pessoas.

(Reportagem de Gabriela Baczynska)