15 de Janeiro de 2013 / às 09:54 / em 5 anos

Economia alemã encolhe 0,5% no 4o tri por crise europeia

Por Eva Kuehnen e Sakari Suoninen

Imagem ilustrativa tirada com a função de multiexposição da câmera mostra moeda do euro e mapa da Europa. O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha encolheu 0,5 por cento no quarto trimestre de 2012, reflexo do peso da crise da zona do euro nas exportações e no investimento das empresas do país. 09/01/2013 REUTERS/Kai Pfaffenbach

WIESBADEN, Alemanha, 15 Jan (Reuters) - A economia da Alemanha foi fortemente afetada pela crise da zona do euro no último trimestre do ano passado, atingindo o ritmo mais forte de contração em quase três anos, uma vez que exportações e o investimento desaceleraram, informou nesta terça-feira a agência federal de estatísticas.

Economistas esperam que a Alemanha se recupere após previsão de crescimento fraco no primeiro trimestre, mas a maior economia da Europa será um pilar mais fraco de suporte para o resto do bloco monetário, onde muitos países estão mergulhados em recessão.

“A economia alemã pode não ser mais uma ilha de felicidade, mas continua sendo pelo menos uma ilha de crescimento em meio a um mar de recessão na zona do euro”, afirmou o economista do ING Carsten Brzeski.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha encolheu 0,5 por cento no quarto trimestre de 2012, pior performance trimestral desde que a Alemanha caiu em recessão durante a crise financeira global de 2008/09, e apenas a segunda contração desde que essa fase acabou.

Com isso, o crescimento da atividade econômica alemã no ano passado desacelerou drasticamente para 0,7 por cento, bem abaixo dos 3 por cento de expansão registrados em 2011 e dos 4,2 por cento de 2010, um recorde pós-unificação.

O resultado anual de 2012 foi também inferior à previsão da Reuters de 0,8 por cento de alta.

O governo deve publicar uma estimativa para o crescimento de 2013 na quarta-feira. Uma autoridade do Ministério da Economia antecipou que a previsão será de expansão de 0,4 por cento este ano, menos da metade da atual estimativa do governo de 1 por cento.

Até agora o desemprego permanece baixo e os salários devem subir de novo neste ano. Mas se as famílias alemãs sentirem as adversidades da crise do euro em ano eleitoral, as esperanças da chanceler Angela Merkel de um terceiro mandato podem ser afetadas.

COMÉRCIO EXTERIOR

Conforme a economia desacelerava na segunda metade de 2012, os consumidores já haviam perdido a disposição para gastar. Os gastos das famílias cresceram 0,8 por cento em 2012, ante 1,7 por cento em 2011, e a confiança do consumidor atingiu o menor nível em mais de um ano para janeiro.

As exportações e importações alemãs caíram em novembro e os pedidos da indústria registraram queda acima do esperado, confirmando o final de ano fraco embora existam evidências de um início de 2013 moderadamente melhor.

No ano, o crescimento das exportações desacelerou para 4,1 por cento ante 7,8 por cento em 2011, enquanto o investimento em equipamentos caiu 4,4 por cento, informou a agência de estatísticas.

“Nos dois anos anteriores (2011 e 2010), o crescimento do PIB foi bem maior por conta do processo de recuperação após a crise de 2009”, informou a agência federal em comunicado.

Andreas Scheuerle, do Dekabank, classificou o resultado de 2012 de “decepcionante” à primeira vista. “Mas se levar em conta as dificuldades na zona do euro e a fragilidade dos mercado, podemos ficar contentes.”

Há entretanto sinais de que a maior economia da Europa pode deixar a contração para trás rapidamente. O setor privado expandiu-se pela primeira vez em oito meses em dezembro e a confiança dos empresários avançou no mês passado para o maior nível em cinco meses.

De acordo com a agência de estatísticas, o orçamento do setor público alemão ficou superavitário pela primeira vez desde 2007, em 0,1 por cento do PIB.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below