Tropa indiana mata soldado paquistanês na Caxemira

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 20:02 BRST
 

ISLAMABAD, 15 Jan (Reuters) - O Exército paquistanês afirmou que um soldado seu foi morto nesta terça-feira por militares indianos na disputada região da Caxemira, na quinta morte em hostilidades entre as duas potências nucleares neste ano.

O soldado foi morto em uma localidade chamada Kundi, durante disparos feitos do lado indiano a partir das 22h (14h30 em Brasília), segundo nota do Exército paquistanês.

No começo deste mês, dois soldados indianos e dois paquistaneses foram mortos em confrontos fronteiriços, os piores incidentes na Caxemira desde um cessar-fogo entre Índia e Paquistão, quase dez anos atrás.

Porta-vozes de ambos os lados buscaram minimizar as mortes e insistiram que elas não atrapalharão negociações destinadas a melhorar as relações entre os dois países, que já travaram três guerras desde que ficaram independentes, em 1947, sendo duas por causa da Caxemira.

As relações bilaterais, no entanto, melhoraram depois de passarem por uma grave crise em 2008, quando atiradores mataram 166 pessoas durante três dias em Mumbai, num ataque atribuído pela Índia a um grupo militante paquistanês.

Apesar do cessar-fogo de 2003, disparos e pequenas escaramuças são comuns na chamada Linha de Controle, uma fronteira de 740 quilômetros reconhecida internacionalmente.

(Reportagem de Katharine Houreld)