Sequestradores na Argélia exigem fim de ataques da França no Mali

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 16:22 BRST
 

NOUAKCHOTT, 16 Jan (Reuters) - Militantes islâmicos ligados à Al Qaeda que atacaram um campo de gás na Argélia nesta quarta-feira exigiram o fim das operações militares francesas contra islamistas no norte do Mali em troca da segurança de dezenas de reféns, disse a agência de notícias ANI, da Mauritânia.

O comunicado enviado à ANI pelo grupo também afirma que os militantes mantêm 40 pessoas reféns. Um porta-voz do grupo, que está sob o comando de Mokhtar Belmokhtar, um veterano militante islâmico da região do Saara, anunciou mais cedo que eles estavam por trás da tomada de reféns.

(Reportagem de Laurent Prier em Nouakchott e John Irish em Paris)