Premiê britânico diz que sequestradores da Argélia ainda são ameaça

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013 10:07 BRST
 

LONDRES, 18 Jan (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse nesta sexta-feira que os sequestradores que fizeram dezenas de reféns na Argélia ainda representam uma ameaça em uma parte do complexo de gás que invadiram, e disse ter ficado frustrado por não ter sido avisado com antecedência sobre a tentativa de resgate dos reféns.

"Ainda estamos lidando com uma situação fluida e perigosa, em que uma parte da ameaça terrorista foi eliminada em uma parte do local, mas ainda há ameaça em outra parte", disse Cameron ao Parlamento.

(Reportagem de Peter Griffiths)