Suposto membro do ETA é preso no Brasil

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013 13:08 BRST
 

MADRI, 18 Jan (Reuters) - Um suposto membro do grupo separatista basco ETA, que escapou da Justiça em 1991, foi detido no Rio de Janeiro, informou o governo espanhol na sexta-feira.

Joseba Gotzon Vizán González, que tinha recebido um mandado de prisão por um atentado terrorista contra a autoridade, estava estabelecido no Brasil há vários anos com documentação falsa, segundo revelou o Ministério do Interior espanhol.

As autoridades espanholas acusam-no de fazer parte de um comando "legal" do ETA que colocou uma bomba no veículo do agente do Corpo Nacional da Polícia Manuel Muñoz Domínguez, que ficou gravemente ferido no ataque, em 1988.

Também é atribuído a ele a tentativa de assassinato de um agente da polícia e um atentado com granadas contra uma comissária da polícia no País Basco que fracassou, ambos no mesmo ano.

Até agora este ano, três supostos integrantes do ETA foram presos, dois na França e um no Brasil.

O grupo armado ordenou um cessar-fogo definitivo em outubro de 2011 de sua atividade armada que buscava a independência do País Basco, depois de mais de 40 anos de ataques que deixaram mais de 800 mortos.

(Reportagem de Emma Pinedo)