Solução de dois Estados para Israel e palestinos está quase perdida, diz Grã-Bretanha

terça-feira, 22 de janeiro de 2013 13:58 BRST
 

LONDRES, 22 Jan (Reuters) - A Grã-Bretanha disse nesta terça-feira que as perspectivas para uma solução de dois Estados para o conflito entre israelenses e palestinos estão quase perdidas por causa da expansão de assentamentos judaicos em território ocupado, e advertiu Israel de que o país está perdendo apoio internacional.

O comentário do secretário de Relações Exteriores, William Hague, veio no momento em que os israelenses votavam em uma eleição que deve produzir um governo de direita linha dura mais propenso a expandir os assentamentos em terras onde os palestinos querem estabelecer um Estado do que buscar a paz.

"Eu espero que qualquer governo israelense que surgir... reconheça que estamos nos aproximando da última chance de trazer essa solução", disse Hague ao Parlamento.

"Eu condeno as recentes decisões israelenses de expandir os assentamentos. Falo regularmente com os líderes israelenses enfatizando nossa profunda preocupação de que a política de assentamentos de Israel está perdendo o apoio da comunidade internacional e tornará impossível uma solução de dois Estados", afirmou ele.

Perguntado se a União Europeia deve restringir o comércio com Israel para avançar em negociações de paz, Hague disse que o bloco ainda tinha trabalho a fazer, em conjunto com os Estados Unidos, para estabelecer "incentivos e desincentivos" sobre novas negociações.

"O tempo está passando com consequências potencialmente desastrosas para o processo de paz", acrescentou.

Pesquisas de opinião preveem que o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu vai voltar ao poder à frente de uma coalizão dominada por partidos religiosos e nacionalistas pró-colonos que dão pouca atenção às negociações de paz apoiadas pelos EUA.

(Reportagem de Mohammed Abbas)