Milhares marcharão contra violência armada em Washington

sábado, 26 de janeiro de 2013 14:40 BRST
 

Por Ian Simpson

WASHINGTON, 26 Jan (Reuters) - Moradores de Newtown, Connecticut, palco do desastre em uma escola que reacendeu o debate sobre a violência armada nos Estados Unidos, vão participar de uma marcha em Washington a favor do controle da venda de armas neste sábado com ativistas, políticos e atores.

Milhares de manifestantes são esperados no evento no National Mall, um de cerca de 12 eventos nos Estados Unidos a favor do controle de armas, disseram os organizadores em comunicado.

Manifestantes vão reunir-se no espelho d'água do Capitólio e marcharão ao longo da Constitution Avenue em direção ao monumento de Washington às 13h, no horário de Brasília. Uma manifestação deve ocorrer próximo ao monumento pouco antes das 14h.

A diretora artística do Arena Stage de Washington, Molly Smith, e seu parceiro organizaram a marcha. Eles foram motivados pelo massacre em 14 de dezembro que matou 20 estudantes do primeiro ano e seis adultos na Sandy Hook Elementary School em Newtown.

Políticos de Maryland e do distrito de Columbia, incluindo o prefeito de Washington, Vincent Gray, vão fazer pronunciamentos. A atriz Kathleen Truner, estrela de filmes como "Body Heat", também deve discursar.

A marcha surge uma semana após defensores do direito às armas realizarem manifestações ao longo do país para protestarem contra o controle das armas de fogo.

O massacre de Newtown galvanizou o debate sobre armas nos EUA e levou o presidente do país, Barack Obama, a propor as medidas mais significativas de controle das armas em décadas.

Obama quer reviver uma proibição de armas de assalto de estilo militar, uma proposta que enfrenta uma difícil batalha no Congresso. Ele também quer implementar verificações de histórico obrigatórias para todos os compradores de armas, medida que deve ter melhor chance de sucesso.