29 de Janeiro de 2013 / às 11:18 / 5 anos atrás

Queda de avião de passageiros no Cazaquistão mata todos os 21 a bordo

Por Mariya Gordeyeva

KYZYL TU, Cazaquistão, 29 Jan (Reuters) - Um avião de passageiros caiu durante espessa neblina perto da capital comercial do Cazaquistão, Almaty, nesta terça-feira e quebrou em pedaços quando atingiu o chão, matando todas as 21 pessoas a bordo.

Depois de várias horas, as equipes de resgate recuperaram o registro de plano de voo, informou o serviço central de comunicações para o presidente do Cazaquistão, em sua página no Twitter.

A lista publicada pelo gabinete do procurador-geral mostrou que havia 16 passageiros e cinco tripulantes a bordo.

O jato Challenger CRJ-200, construído pela canadense Bombardier, pertencia à companhia aérea privada cazaque SCAT. Ele caiu perto da vila de Kyzyl Tu, a cerca de cinco quilômetros do aeroporto de Almaty.

"Não havia nenhum fogo, nenhuma explosão. O avião apenas caiu para a terra", disse Yuri Ilyin, vice-chefe do departamento de emergências da cidade, à Reuters perto do local.

Partes do avião podiam ser vistas na neve espessa. Tratores e outros veículos pesados estavam sendo usados para cortar caminhos através da neve até os destroços, mas os jornalistas foram mantidos à distância do local do acidente.

Foi o segundo acidente de avião fatal na ex-república soviética em apenas um mês.

A visibilidade em Kyzyl Tu era de apenas cerca de 20 a 30 metros, e grande parte da área em torno de Almaty estava tomada por névoa quando o avião caiu por volta das 5h (horário de Brasília).

"A causa preliminar do acidente é o mau tempo", afirmou o vice-prefeito de Almaty, Maulen Mukashev, a repórteres. "Nenhuma parte do avião ficou intacta após a queda."

O avião fazia o trajeto da cidade de Kokshetau, no norte do Cazaquistão, a Almaty, no sudeste, disse Mukashev.

A SCAT, que está em funcionamento desde 1997, comanda um amplo serviço doméstico e tem alguns voos internacionais.

Alexander Gordeyev, vice-chefe do aeroporto de Almaty, disse que o tempo estava ruim, mas os aviões estavam sendo autorizados a pousar.

Um avião de transporte militar caiu por causa do mau tempo em 25 de dezembro, perto da cidade do sul do Cazaquistão de Shymkent, matando todos os 27 a bordo. A promotoria disse que uma combinação de problemas técnicos, mau tempo e erro humano causou o acidente.

Reportagem adicional e texto de Dmitry Solovyov

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below