Obama anuncia US$155 milhões em ajuda humanitária aos sírios

terça-feira, 29 de janeiro de 2013 17:19 BRST
 

WASHINGTON, 29 Jan (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou na terça-feira uma ampliação da ajuda humanitária à Síria, e pediu a outros países que se empenhem mais em ajudar a ONU a auxiliar cerca de 4 milhões de pessoas dentro do conflagrado país, além de outros 700 mil refugiados no exterior.

Obama disse ter autorizado uma ajuda adicional de 155 milhões de dólares em comida, medicamentos e roupas para os sírios, elevando o total a 365 milhões de dólares. Ele divulgou um comunicado pelo YouTube, com legendas em árabe, falando diretamente ao povo sírio .

Obama tem sido criticado por sua falta de empenho em ajudar os rebeldes que tentam derrubar o presidente da Síria, Bashar al Assad. O custo humanitário da guerra civil disparou nos últimos meses, e o Ocidente demonstra crescente preocupação com a presença de militantes islâmicos entre os rebeldes. A ONU diz que mais de 60 mil pessoas morreram em quase dois anos de conflito.

O presidente norte-americano disse que a verba adicional ajudará a levar alimentos e água potável para os sírios. "Isso significa imunização para 1 milhão de crianças sírias", disse Obama em nota. "A ajuda norte-americana significa suprimentos de inverno para mais de meio milhão de pessoas em Aleppo, Homs e Dayr az Zawr."

A ONU diz que precisaria de cerca de 1 bilhão de dólares para ajudar os refugiados sírios, e outros 519 milhões para ajudar pessoas na Síria, mas até segunda-feira havia arrecadado apenas 3 por cento desse valor.

(Reportagem de Roberta Rampton)