Islamistas da Tunísia marcham em demonstração de força

sábado, 9 de fevereiro de 2013 13:48 BRST
 

Por Tarek Amara e Alistair Lyon

TÚNIS, 9 Fev (Reuters) - Milhares de islamistas marcharam em Túnis neste sábado numa demonstração de força, um dia após o funeral de um político secular atrair as maiores multidões já vistas nas ruas desde o levante na Tunísia há dois anos.

Cerca de 6 mil partidários do movimento Ennahda, atualmente no poder, marcharam em apoio a seu líder Rachid al-Ghannouchi, que foi alvo de gritos raivosos de pranteadores no funeral de Chokri Belaid, na sexta-feira, um advogado de direitos e líder de oposição.

"As pessoas querem Ennahda novamente", cantavam os islamistas, acenando bandeiras partidárias e tunisianas enquanto marchavam em direção ao Ministério do Interior, no centro da cidade.

A demonstração foi tolhida pelas dezenas de milhares que foram às ruas em Túnis e em outras cidades para honrar Belaid e protestar contra o governo, liderado por islamistas, no dia anterior, gritando lemas que incluíam "Queremos uma nova revolução".

O assassinato de Belaid por um atirador não identificado na quarta-feira, o primeiro assassinato político desse tipo na Tunísia em décadas, chacoalhou uma nação que ainda busca estabilidade após o líder veterano Zine al-Abidine Ben Ali ser derrubado em janeiro de 2011.

A família do líder executado acusou Ennahda de responsabilidade por sua morte. O partido nega qualquer participação.

 
Partidários do Ennahda gritam em apoio ao partido durante manifestação em Túnis, Tunísia. 9/02/2013 REUTERS/Luoafi Larbi