Novo caso de vírus semelhante à Sars mostra transmissão entre pessoas

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013 15:29 BRST
 

Por Kate Kelland

LONDRES, 13 Fev (Reuters) - Um terceiro paciente na Grã-Bretanha contraiu um novo vírus semelhante à Sars, tornando-se o segundo caso britânico confirmado em uma semana e mostrando que a infecção mortal está sendo transmitida de pessoa para pessoa, disseram autoridades de saúde nesta quarta-feira.

O caso mais recente, que é um membro da família do outro paciente, eleva a 11 o número de infecções confirmadas no mundo com o novo vírus, conhecido como novo coronavírus ou NCoV.

Desse total, cinco já morreram. A maioria dos infectados havia viajado recentemente no Oriente Médio e três foram diagnosticados na Grã-Bretanha.

O NCoV foi identificado quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta internacional em setembro de 2012 afirmando que um vírus, até então desconhecido em humanos, infectara um homem do Catar, que recentemente havia estado na Arábia Saudita.

O vírus pertence à mesma família da Sars, ou síndrome respiratória aguda grave -- um coronavírus que surgiu na China em 2002 e matou cerca de um décimo das 8.000 pessoas infectadas em todo o mundo. Os sintomas comuns a ambos os vírus incluem doença respiratória grave, febre, tosse e dificuldades para respirar.

A Agência de Proteção à Saúde da Grã-Bretanha (HPA) disse nesta quarta-feira que o último paciente, que é residente do país e não tem qualquer histórico de viagem recente, está recebendo tratamento intensivo em um hospital em Birmingham, centro da Inglaterra.

"A nova infecção pelo coronavírus confirmada em uma pessoa sem histórico de viagem ao Oriente Médio sugere que a transmissão pessoa-a-pessoa tenha ocorrido, e que ocorreu na Grã-Bretanha", disse John Watson, chefe de doenças respiratórias do HPA.

Ele disse que o novo caso refere-se a um membro da família que teve contato próximo com outro caso britânico confirmado na segunda-feira e que pode ter estado em maior risco de infecção por causa de problemas de saúde subjacentes.   Continuação...