13 de Fevereiro de 2013 / às 23:14 / 5 anos atrás

Empresa vê melhora em condições a bordo de navio à deriva nos EUA

MOBILE, Estados Unidos, 13 Fev (Reuters) - Mais de 4.220 se preparam nesta quarta-feira para mais uma noite difícil a bordo do navio Carnival Triumph, que apresentou defeito no golfo do México e só deve chegar na quinta-feira ao Alabama, no sul dos Estados Unidos. Mas, após três dias que alguns passageiros descreveram como infernais, a empresa proprietária da embarcação disse que a situação está melhorando.

O navio de 893 pés (272 metros) está sem propulsão desde domingo, quando um incêndio na casa de máquinas o deixou à deriva na costa da península mexicana do Yucatán. A energia está sendo fornecida por um gerador de emergência e rebocadores levam o Triumph para o porto de Mobile, no Alabama.

Vance Gulliksen, porta-voz da operadora de cruzeiros Carnival, disse nesta quarta-feira que as condições a bordo do navio melhoraram. Nesta semana, passageiros que ainda tinham celulares com bateria entraram em contato com parentes e jornalistas descrevendo uma situação calamitosa a bordo -esgoto transbordando dos banheiros e lavando o convés e escassez de água e comida.

Kim McKerreghan disse à CNN que seu marido e sua filha pequena, que estão a bordo, contaram por telefone na segunda-feira que os passageiros são obrigados a defecar em sacos plásticos por causa da falta de banheiros em funcionamento e que as refeições consistem de sanduíches apenas com temperos ou cebolas.

Nick Ware, filho de uma passageira, disse ao canal: "Quando a carne para os hambúrgueres acabou, eles ficaram basicamente comendo os temperos dos hambúrgueres. Apenas, sabe, qualquer tempero que eles conseguissem colocar num pão".

O navio deixou Galveston, no Texas, na quinta-feira passada, com 3.143 passageiros e 1.086 tripulantes. Ele deveria ter voltado ao mesmo porto na segunda-feira.

Gulliksen disse que técnicos a bordo conseguiram religar gradualmente a energia auxiliar para operar algumas funções hoteleiras básicas.

"Os banheiros públicos e das cabines estão operacionais em certos setores do barco, e alguma energia na área de refeitórios Lido está permitindo oferecer café quente e serviço limitado de alimentos quentes", afirmou.

Ele não detalhou quantos banheiros funcionam para as 4.229 pessoas a bordo, mas disse que o navio tem água fria funcionando e que três embarcações da Carnival se encontraram com o Triumph para fornecer suprimentos adicionais.

A Comissão Nacional de Segurança dos Transportes dos Estados Unidos disse na terça-feira que iniciou uma investigação sobre o incêndio no navio, mas esclareceu que a Autoridade Marítima das Bahamas será a principal encarregada de apurar o caso, já que o barco navega sob bandeira desse país insular.

A Carnival, maior companhia mundial de cruzeiros, pediu desculpas aos passageiros, prometeu ressarcir seus gastos e lhes ofereceu um crédito para novas viagens.

As dificuldades a bordo do Carnival Triumph ocorrem um pouco mais de um ano depois de um naufrágio que matou 32 pessoas num navio da mesma empresa, o Costa Concordia, na costa italiana.

Reportagem de Kaija Wilkinson; reportagem adicional de Tom Brown

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below