Cansados, passageiros vão para casa após cruzeiro fedido nos EUA

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 21:05 BRST
 

MOBILE, Alabama, 15 Fev (Reuters) - Milhares de passageiros que passaram cinco dias retidos em um navio de cruzeiro fedorento no Golfo do México foram para casa nesta sexta-feira de avião, ônibus ou carro e aproveitaram a chance para tomar banho quente e usar banheiros em pleno funcionamento após finalmente voltarem ao continente.

"Eu dormi um pouco. Tomei um banho. Um lavabo funcionando foi muito bom", disse Nancy Petrone, de 58 anos, que estava indo para o sul da Califórnia, depois de passar a noite em Mobile, no Alabama, para onde rebocadores levaram o navio Triumph.

Levou várias horas para mais de 3.000 turistas desembarcarem após a chegada na noite de quinta-feira. Alguns viajantes beijaram o chão quando saíram e outros desembarcaram vestindo roupas de banho brancas do navio, parte souvenir e parte proteção contra o ar frio da noite.

Cerca de 100 ônibus esperaram para transportar passageiros na viagem de sete horas para Galveston, no Texas, enquanto outros ônibus partiram para viagens curtas a Nova Orleans ou hotéis em Mobile.

Autoridades da Carnival disseram que o navio Triumph, que entrou em serviço em 1999, deverá ser rebocado nesta sexta-feira a um estaleiro móvel para avaliação dos danos.

A embarcação de 272 metros estava voltando para Galveston vindo de Cozumel, no México, no terceiro dia de um cruzeiro de quatro dias, quando um incêndio na casa de máquinas cortou a energia e o encanamento na maior parte do navio no domingo.

Passageiros descreveram um fedor insuportável em partes do navio e se queixaram com parentes e meios de comunicação via celular que os banheiros e os canos haviam transbordado, inundando muitas cabines e corredores com água de esgoto.

A saga, que recebeu ampla cobertura da mídia nos Estados Unidos, foi o mais recente desastre para a gigante de cruzeiros de luxo Carnival Corp. No ano passado, seu navio de luxo Costa Concordia encalhou e naufragou na costa da Itália, matando 32 pessoas.

A Carnival disse que os passageiros serão reembolsados ​​na totalidade. Além das despesas com transporte, receberão um crédito para um cruzeiro futuro no valor igual ao pago para essa viagem e um pagamento adicional de 500 dólares por pessoa para ajudar a compensar a experiência ruim.

(Por Kaija Wilkinson, com reportagem adicional de David Adams e Colleen Jenkins)