Simpatizantes de Chávez cantam e dançam em hospital da Venezuela

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 17:47 BRT
 

Por Girish Gupta e Andrew Cawthorne

CARACAS, 18 Fev (Reuters) - Dançando, cantando e disparando fogos de artifício, milhares de partidários animados do presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemoraram a volta para casa de seu herói após uma cirurgia contra um câncer em Cuba.

Era uma atmosfera tão festiva em frente ao hospital militar em Caracas, para onde Chávez foi levado na segunda-feira, que os funcionários da segurança tiveram que pedir calma para não perturbar os outros pacientes.

"Amo o presidente com toda a minha alma, graças ao Deus todo-poderoso por tê-lo trazido de volta para mim", disse Alexandra Viloria, de 43 anos, segurando um boneco de Chávez e usando a cor vermelha de seu Partido Socialista no meio da multidão reunida em frente ao portão do hospital.

A alegria de seus fãs era desenfreada, embora Chávez continue em estado grave e haja especulação de que ele possa ter voltado para casa para renunciar e preparar uma transição suave dentro de seu Partido Socialista, em vez de voltar ao governo ativo.

Enquanto centenas iam para o hospital, situado em uma parte pobre de Caracas perto de uma favela, muitas outras pessoas invadiram as praças públicas em toda a Venezuela, e a mídia estatal incitava a atmosfera com a cobertura ao vivo.

Os ministros pediram que os venezuelanos hasteassem bandeiras nacionais.

"ELE VOLTOU! ELE VOLTOU!"

Embora seja descrito como um ditador grosseiro por muitos opositores e mal visto por empresários por suas nacionalizações agressivas e controles cambiais, Chávez é adorado por muitos na nação sul-americana de 29 milhões de pessoas.   Continuação...

 
Partidários do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comemoram no exterior de um hospital militar após sua surpreendente volta a Caracas. 18/02/2013 REUTERS/Ewin Montilva