Confronto no Mali mata soldado francês e mais de 20 rebeldes

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 19:51 BRT
 

PARIS/DACAR, 19 Fev (Reuters) - Um soldado francês e mais de 20 rebeldes islâmicos morreram durante o que pareceu ser o primeiro confronto na cordilheira de Adrar des Ifoghas, um refúgio de militantes no norte do Mali, disseram fontes francesas nesta terça-feira.

Durante visita à Grécia, o presidente da França, François Hollande, disse que intensos combates continuavam ocorrendo nos remotos montes Adrar des Ifoghas.

"Um legionário do segundo regimento de paraquedistas morreu em confronto com os islâmicos no norte do Mali", afirmou ele.

Esse é o segundo militar francês a morrer na intervenção iniciada no mês passado, com o objetivo de expulsar rebeldes ligados à Al Qaeda do norte do Mali.

O ministério francês da Defesa disse em nota que um regimento de paraquedistas com 150 soldados, amparado por um veículo pesado de patrulha e por caças Mirage, foi alvejado na manhã desta terça-feira durante uma ação destinada a desmantelar acampamentos rebeldes. O ministério acrescentou que mais de 20 militantes morreram na ação.

(Reportagem de Vicky Buffery e John Irish)

 
Soldados franceses se dirigem à cidade de Gao ao retornarem de Bourem nesta terça-feira, quando um soldado francês e mais de 20 rebeldes islâmicos morreram durante o que pareceu ser o primeiro confronto na cordilheira de Adrar des Ifoghas, um refúgio de militantes no norte do Mali. REUTERS/Joe Penney