Míssil fere comandante rebelde perto de Damasco, dizem ativistas

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 09:11 BRT
 

AMÃ, 20 Fev (Reuters) - Um míssil atingiu nesta quarta-feira um centro de comando da principal facção rebelde síria, nos arredores de Damasco, ferindo seu líder, disseram ativistas.

O ataque contra a Brigada Liwa al Isla, que comanda a ofensiva rebelde das últimas três semanas na capital síria, representa um golpe para a campanha pela derrubada do presidente Bashar al-Assad.

Um porta-voz rebelde disse que o xeique Zahran Alloush, fundador da Brigada Liwa al Islam, ficou ferido, mas não entrou em detalhes. "Não podemos revelar sua condição", disse o porta-voz Islam Alloush, que é primo do comandante.

Ativistas disseram que o ataque ocorreu no começo da manhã, perto de Douma, um subúrbio ao norte de Damasco. O foguete, possivelmente um míssil balístico tipo Scud, devastou a área e deixou outros combatentes mortos ou feridos, segundo essas fontes.

Um comandante rebelde que luta junto ao Liwa al Islam em Damasco declarou: "Seria uma grande perda se o xeique Alloush for morto. O Liwa al Islam é o mais poderoso no terreno, e o xeique Alloush é o cérebro por trás da sua força."

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis)