Presidente da Bolívia diz que não conseguiu visitar Chávez na Venezuela

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 20:05 BRT
 

NAÇÕES UNIDAS, 20 Fev (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, disse nesta quarta-feira que não conseguiu ver o seu amigo, o presidente venezuelano Hugo Chávez, quando fez uma escala na Venezuela a caminho da Organização das Nações Unidas em Nova York, pois o líder socialista ainda estava sob tratamento contra o câncer.

Morales, que esteve em Caracas na terça-feira, disse que falou com a família e o médico de Chávez e descreveu o retorno surpreendente do líder à Venezuela na segunda-feira -mais de dois meses depois de passar por uma cirurgia em Cuba- como um "grande alívio".

"Meu entendimento é de que eles estão muito animados", disse Morales em entrevista coletiva na ONU, onde participou do lançamento global do Ano Internacional da Quinoa. "Mas às vezes doenças, doenças são difíceis de combater."

"Ele passou pelos momentos mais difíceis de sua vida", disse ele. "Tem dias que o estado de sua saúde é muito difícil, de acordo com as informações de seus ministros. Mas agora ele voltou a Caracas e isso é um grande alívio."

Chávez, que governa a Venezuela há 14 anos, não fala em público desde 11 de dezembro, quando foi operado em Cuba. Ele foi reeleito para um mandato de seis anos em outubro, mas estava muito doente para voltar de Cuba e tomar posse em 10 de janeiro, que foi adiada.

Chávez está lutando contra um câncer na região pélvica descoberto em junho de 2011 por médicos cubanos e passou por quatro cirurgias relacionadas à doença na ilha comunista.

(Reportagem de Michelle Nichols)