Brahimi continua como mediador para a Síria neste ano, diz ONU

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 20:31 BRT
 

NAÇÕES UNIDAS, 21 Fev (Reuters) - O mediador da Organização das Nações Unidas e da Liga Árabe para a questão síria, Lakhdar Brahimi, manterá seus esforços pacificadores pelo menos até o fim deste ano, afirmou a ONU nesta quinta-feira.

O veterano diplomata argelino assumiu essa função em setembro ao substituir o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan, que renunciou queixando-se das divisões que impedem o Conselho de Segurança de intervir para encerrar um conflito que já dura quase dois anos.

China e Rússia já usaram em três ocasiões o seu poder de veto para impedir a aprovação de resoluções que condenassem seu aliado sírio Bashar al-Assad pela violenta repressão aos rebeldes.

O porta-voz da ONU, Martin Nesirky, disse nesta quinta-feira que o contrato de Brahimi foi prorrogado até o fim do ano, junto com os contratos do seu adjunto, Nasser al-Kidwa, e do chefe do escritório em Damasco, Mokhtar Lamani.

Após falar no mês passado ao Conselho, Brahimi negou rumores de que estaria planejando deixar o cargo por se sentir frustrado.

"Não sou de largar", disse ele. "As Nações Unidas não têm opção senão permanecerem engajadas nesse problema, esteja eu lá ou não. No momento em que eu sentir que estou totalmente inútil, não fico um minuto a mais."

(Reportagem de Michelle Nichols)