Cubanos se mostram satisfeitos com renovação de dirigentes

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 15:34 BRT
 

Por Rosa Tania Valdés

HAVANA, 25 Fev (Reuters) - Muitos cubanos mostraram nesta segunda-feira sua satisfação com a ascensão de líderes mais jovens ao governo comunista, que vai marcando o fim da era dos irmãos Castro.

Raúl Castro, de 81 anos, foi reeleito presidente no domingo em uma sessão do Parlamento que nomeou como primeiro vice-presidente o engenheiro Miguel Díaz-Canel, de 52 anos, que se converte assim no sucessor mais provável quando o líder octogenário deixar seu cargo em 2018.

"Vamos ver quando os jovens começarem como tudo se desenvolve. Espero que se desenvolva bem porque a juventude é a que impera, os dirigentes, pela lei da vida, já estão velhos", disse à Reuters Miriam Castro, uma aposentada de 75 anos que lia o jornal Granma na segunda-feira, onde apareciam fotos dos membros do Conselho de Estado eleito no domingo.

Raúl Castro, de 81 anos, substituiu seu irmão doente Fidel em 2008, e desde então já realizou mais de 300 reformas econômicas que tentam modernizar o sistema socialista e garantir a continuidade da revolução que triunfou em 1959.

O dirigente disse no domingo que os cargos de governo e do Partido Comunista só podem ser exercidos por dois períodos, uma reforma que deve ser aprovada e acolhida na Constituição da ilha nos próximos meses e que fomentará uma renovação.

"A ideia de Raúl (Castro) foi muito boa porque o país precisa de pessoas jovens, com ideias diferentes para que o país melhore", disse Claudia Montalvo, uma estudante de magistério de 15 anos, enquanto esperava o ônibus em frente ao Capitólio de Havana.

A eleição de Díaz-Canel, que substitui no cargo José Ramón Machado Ventura, de 82 anos, é vista como sinal de renovação em um governo comandado durante décadas por dirigentes e comandantes históricos.

Segundo a Constituição cubana, o primeiro vice-presidente substitui o presidente em caso de morte ou incapacidade deste para permanecer no posto, o que coloca Díaz-Canel mais perto de um cargo que está nas mãos de Fidel e Raúl Castro há mais de meio século.   Continuação...