Acidente com balão no Egito mata 19, a maioria turistas

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 13:25 BRT
 

LUXOR, 26 Fev (Reuters) - Pelo menos dezenove pessoas, em sua maioria turistas asiáticos e europeus, morreram na manhã de terça-feira por causa da explosão e queda de um balão de ar quente nos arredores da cidade histórica de Luxor, segundo autoridades.

O balão caiu em uma fazenda a poucos quilômetros do Vale dos Reis e de templos faraônicos que atraem turistas a Luxor. Equipes de resgate reuniram os restos mortais das vítimas do campo onde os restos carbonizados do balão, canos de gás e outras peças dos destroços queimados caíram.

Um egípcio também morreu, disse o ministro da Saúde, Mohamed Mostafa Hamed, à Reuters, listando os outras vítimas como turistas do Japão, China, França, Grã-Bretanha e Hungria. Anteriormente, as autoridades disseram que todos os mortos eram turistas.

Ahmed Aboud, chefe da associação que representa os balonistas locais, disse que o balão voava a cerca de mil pés de altitude (300 metros) na hora da explosão. O piloto sobreviveu saltando da cesta quando o aparelho estava entre 10 e 15 metros acima do solo, e foi internado com queimaduras, disse Aboud por telefone.

A explosão teria ocorrido na mangueira entre o botijão de gás e o queimador do balão.

Mohamed Mustafa, médico no hospital que recebeu os feridos, disse que dois outros sobreviventes, ambos britânicos, foram atendidos no hospital de Luxor.

A agência de viagens Thomas Cook disse depois que um dos britânicos que haviam sido levados para o hospital tinha morrido, elevando o número de turistas britânicos mortos para três. As mortes foram causadas por queimaduras e pelo impacto, relatou Mustafa.

"Acreditamos que um pequeno número de cidadãos britânicos estão envolvidos no incidente em Luxor esta manhã", afirmou o Ministério de Relações Exteriores da Grã-Bretanha em um comunicado por email.

A embaixada japonesa no Cairo disse que acreditava haver quatro japoneses a bordo e que enviou uma equipe a Luxor para confirmar o número. O Ministério de Relações exteriores francês disse que dois cidadãos haviam sido mortos.   Continuação...

 
Corpo de um dos turistas que morreu na queda de um balão de ar quente é levado para uma ambulância em Luxor, no Egito. Dezoito turistas asiáticos e europeus morreram na manhã de terça-feira por causa da explosão e queda de um balão de ar quente nos arredores da cidade histórica de Luxor, segundo autoridades. 26/02/2013 REUTERS/Stringer