Presidente italiano descarta risco de contágio por indefinição eleitoral

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013 12:49 BRT
 

BERLIM, 28 Fev (Reuters) - Os partidos políticos italianos devem ter direito ao tempo previsto pela Constituição para formar um novo governo, afirmou o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, nesta quinta-feira, negando que a incerteza gerada pela eleições desta semana represente um risco à estabilidade europeia.

"Há provisões que devem ser respeitadas e esta é a realidade", disse Napolitano em uma coletiva de imprensa conjunta com seu homólogo alemão, Joachim Gauck. "Eu não vejo agora como pode ser acelerado", afirmou.

"A Itália não está sem um governo no momento. Há um governo no gabinete até que os ministros do próximo governo sejam empossados", ressaltou.

"Eu não vejo nenhum risco de contágio. Para haver contágio deve haver uma doença e, neste momento, não temos nenhuma doença", afirmou, acrescentando que estava confiante de que a Itália continuaria a cumprir suas responsabilidades com a Europa e sua parcela de sacrifícios.

(Reportagem de Stephen Brown)