EUA dizem que Rússia cometerá "grave erro" se enviar tropas à Ucrânia

domingo, 23 de fevereiro de 2014 13:26 BRT
 

WASHINGTON, 23 Fev (Reuters) - Susan Rice, conselheira de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse neste domingo que seria um "grave erro" da Rússia enviar forças militares para a Ucrânia e que não é do interesse russo que a Ucrânia se divida.

Em entrevista ao programa "Meet the Press", da NBC, Rice foi questionada sobre um possível cenário em que a Rússia enviaria forças à Ucrânia para restaurar um governo mais amigável a Moscou.

"Isso seria um grave erro. Não é do interesse da Ucrânia, ou da Rússia, ou da Europa, ou dos Estados Unidos ver a separação do país. Não é do interesse de ninguém ver a volta da violência e a escalada da situação", disse Rice.

"Não há uma contradição inerente... entre uma Ucrânia que tem laços históricos e culturais de longa data com a Rússia e uma Ucrânia moderna, que quer se integrar mais proximamente com a Europa. Isso não precisa ser mutuamente excludente", disse Rice após o levante político na Ucrânia.

Questionada se o presidente russo, Vladimir Putin, olha para a esfera de influência russa na Ucrânia no contexto da Guerra Fria, ela respondeu "pode ser".

"Mas se ele faz isso, é uma perspectiva muito datada que não reflete para onde o povo da Ucrânia está indo. Isso não é sobre os Estados Unidos e a Rússia", comentou.

(Reportagem de Will Dunham e Ros Krasny)