9 de Junho de 2014 / às 21:19 / em 3 anos

Protesto de trabalhadores portuários interrompe embarque de grãos na Argentina

SÃO PAULO (Reuters) - Trabalhadores portuários da Argentina iniciaram nesta segunda-feira um protesto que paralisou os embarques de grãos em Rosário no pico do período de colheita da soja.

Um representante da indústria disse que os trabalhadores cobram a abertura de negociações para aumentar os salários em linha com a inflação, que está em torno de 30 por cento ou mais na Argentina, uma das maiores taxas do mundo.

“Todos os navios estão parados”, disse o gerente da Câmara de Atividades Portuárias e Marítimas, Guillermo Wade. Ele disse que o protesto poderá continuar por “longo período” se as autoridades não intervierem.

A Argentina é o maior exportador de óleo e farelo de soja do mundo e o terceiro maior fornecedor de milho e soja.

Reportagem Nicolas Misculin e Sarah Marsh

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below