24 de Junho de 2014 / às 17:44 / em 3 anos

Governo aprova contratação de óleo excedente em 4 áreas da cessão onerosa pela Petrobras

BRASÍLIA (Reuters) - O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou a contratação direta, pela Petrobras, do petróleo excedente em quatro áreas da chamada cessão onerosa, disseram representantes do governo federal nesta terça-feira.

A cessão onerosa foi um mecanismo criado pelo governo federal para permitir que a estatal produza até 5 bilhões de barris de petróleo em algumas áreas do pré-sal, sem a necessidade de licitação, mas mediante um pagamento.

A Petrobras pagará 2 bilhões de reais em bônus para ter o direito de explorar o óleo excedente nas áreas da cessão onerosa de Búzios, entorno de Iara, Florim e nordeste de Tupi, que devem produzir de 10 bilhões a 14 bilhões de barris de óleo, segundo estimativa do governo.

Por Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below