14 de Julho de 2014 / às 10:45 / 3 anos atrás

Produção industrial da zona do euro recua em maio, recuperação ainda é frágil

BRUXELAS (Reuters) - A produção industrial da zona do euro recuou com força em maio, com apenas o setor de energia avançando, em outro sinal de que a recuperação econômica do bloco continua frágil.

A produção industrial da zona do euro recuou com força em maio, com apenas o setor de energia avançando, em outro sinal de que a recuperação econômica do bloco continua frágil. 14/04/2014 REUTERS/Nigel Roddis

A produção nos 18 países que compartilham o euro recuou 1,1 por cento em maio sobre abril, após alta de 0,7 por cento no mês anterior, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pela agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat. Pesquisa da Reuters apontava expectativa de recuo de 1,2 por cento na comparação mensal.

Na comparação com o mesmo período de 2013, a produção industrial avançou 0,5 por cento, em linha com as expectativas do mercado, após aumento de 1,4 por cento em abril.

“A forte queda de maio na produção industrial destaca a natureza sem brilho e instável da recuperação da zona do euro”, disse o economista do ING Bank Martin van Vliet.

O recuo mensal foi liderado pela queda de 2,4 por cento na produção de bens intermediários, como peças para carros. Houve recuo de 2,2 por cento na produção de itens não duráveis como alimentos ou cosméticos.

O setor de energia foi o único a crescer, mostrando aumento de 3 por cento após alta de 1,2 por cento em abril.

Reportagem de Martin Santa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below