22 de Julho de 2014 / às 18:14 / em 3 anos

Ações sobem com resultados corporativos e alívio de tensões na Ucrânia

LONDRES (Reuters) - As bolsas europeias fecharam em alta nesta terça-feira, devido a balanços corporativos fortes e após sinais de cooperação entre a Rússia e outros países para investigar a queda de um avião de passageiros malaio na Ucrânia.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 1,32 por cento, a 1.373 pontos, após cair 0,5 por cento na sessão anterior.

Os rebeldes ucranianos entregaram na segunda-feira as caixas-pretas do avião abatido na semana passada e os investigadores internacionais relataram melhor acesso aos destroços da aeronave, enquanto ministros das Relações Exteriores da União Europeia ameaçam a Rússia com sanções mais duras devido a seu apoio a separatistas na área.

“Não vemos uma escalada imediata das tensões e novas sanções contra a Rússia da União Europeia”, disse o chefe de estratégia de ações do Baader Bank em Munique, Gerhard Schwarz.

“Mas dada a trágica perda de vidas, haverá novas sanções adiante e isso certamente não ajuda a recuperação global”, acrescentou.

A perspectiva de sanções mais duras na Rússia, combinada com a ofensiva de Israel em Gaza, pesaram sobre ações e outros ativos de risco na semana passada e operadores esperam que o mercado permaneça instável.

O mercado também foi apoiado por alguns resultados corporativos positivos.

ARM Holdings , que vende planos para designs de chips, encabeçou a lista dos ganhadores no FTSEurofirst 300. Suas ações subiram 5,7 por cento depois que a empresa com sede em Cambridge registrou um aumento de 9 por cento no lucro do segundo trimestre.

“Um sólido início de temporada de resultados e maior apetite de risco estão ajudando a impulsionar o mercado de ações”, disse o estrategista de ações do HSBC Robert Parkes.

“Estamos positivos sobre as perspectivas para os lucros das empresas na Europa e acredito que os ganhos vão surpreender positivamente.”

Entre os papéis com melhor desempenho na sessão, a Actelion, maior empresa de biotecnologia da Europa, subiu 2,6 por cento depois que elevou sua previsão de lucro em 2014 pela segunda vez no ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,99 por cento, a 6.795 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,27 por cento, a 9.734 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,50 por cento, a 4.369 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,16 por cento, a 20.873 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,59 por cento, a 10.648 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,14 por cento, a 6.273 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below