24 de Julho de 2014 / às 20:54 / 3 anos atrás

Bovespa fecha em alta e se aproxima dos 58 mil pontos, puxada por Vale e bancos

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta quinta-feira, voltando a se aproximar do patamar de 58 mil pontos, pontuação que não ultrapassa desde março de 2013, puxado pela alta das ações dos maiores bancos do país e da mineradora Vale.

O Ibovespa fechou em alta de 0,97 por cento, a 57.977 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,297 bilhões de reais.

Dessa forma, o índice ampliou os ganhos do mês de julho, para 9 por cento até esta quinta.

Ações de bancos foram as principais influências positivas para o índice, com Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil em altas de cerca de 1 por cento cada.

As ações da Vale também contribuíram para impulsionar o índice, repercutindo o anúncio de que a produção de minério de ferro da gigante brasileira cresceu 12,6 por cento no segundo trimestre deste ano sobre igual período de 2013, e na sequência de dados animadores da indústria da China.

Segundo o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno, dados econômicos positivos do exterior, como a atividade da indústria da China e a queda nos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos, ofuscaram o recuo nas vendas de novas moradias norte-americanas e ajudaram a bolsa paulista se firmar em alta.

Ainda assim, ele lembra que os próximos movimentos da Bovespa estarão atrelados a novas pesquisas eleitorais, que têm dado o tom dos negócios nos últimos dias.

"O mercado já está operando em cima das eleições. (Os próximos movimentos) vão depender das próximas pesquisas eleitorais", disse.

Na ponta negativa, Natura caiu mais de 4 por cento, após a empresa de cosméticos divulgar queda no lucro líquido e na geração de caixa no segundo trimestre.

Também na ponta negativa apareceram as ações da Usiminas, depois que a maior produtora de aços planos do país divulgou resultado do segundo trimestre abaixo do esperado por analistas.

Outras siderúrgicas, como CSN e Gerdau subiram, sendo que a última ganhou mais de 3 por cento.

As empresas de concessões de transportes CCR e Ecorodovias caíram nesta sessão, após o Credit Suisse rebaixar a recomendação para ambas de "outperform" (acima da média do mercado) para "neutra".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below