30 de Julho de 2014 / às 16:53 / 3 anos atrás

Thomson Reuters tem lucro trimestral acima do esperado

(Reuters) - A empresa de notícias e informações Thomson Reuters divulgou nesta quarta-feira lucro trimestral acima do esperado, com alta de 1 por cento na receita, que foi impulsionada pelo crescimento em sua divisão Tax & Accounting.

A companhia também anunciou um plano de recomprar até 1 bilhão de dólares em ações de sua emissão até o fim de 2015, depois de completar um programa similar de igual valor anunciado em outubro do ano passado.

As ações da Thomson Reuters avançavam 3 por cento em Nova York no começo da tarde.

Ainda assim, os desafios para a companhia persistem, em especial na Europa, onde importantes clientes do setor financeiro e de advocacia reduzem custos e cortam empregados.

"Foi outro trimestre de progresso, mas ainda estamos em um ambiente desafiador", disse o presidente-executivo da Thomson Reuters, Jim Smith, em entrevista.

O analista Doug Arthur, da Evercore, descreveu os resultados da Thomson Reuters no segundo trimestre como tendo "progresso incremental", notando que as vendas de produtos voltados a clientes financeiros melhoraram, apesar da fraqueza na Europa.

O presidente-executivo da Thomson Reuters disse que a companhia planeja direcionar seus recursos para áreas de crescimento, incluindo Tax & Accounting, que fornece produtos e serviços voltados às áreas tributária e de contabilidade, e de gestão de risco e governança.

O lucro trimestral ajustado da Thomson Reuters antes de itens especiais foi de 415 milhões de dólares, ou 0,51 dólar por ação, comparado a 403 milhões de dólares, ou 0,48 dólar por ação, um ano antes. Analistas esperavam, em média, lucro de 0,46 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita antes de variações cambiais na unidade Financial & Risk, que fornece informações e notícias para bancos e outras instituições financeiras, caiu 2 por cento, para 1,65 bilhão de dólares. Apesar disso, a Thomson Reuters disse que as vendas líquidas para o segundo trimestre foram positivas, revertendo o que ocorreu no primeiro trimestre. As vendas líquidas, resultado de novas vendas menos cancelamentos, são uma importante métrica por indicarem o crescimento futuro da receita.

Na divisão de produtos voltados a advogados, a receita cresceu 1 por cento, para 850 milhões de dólares, enquanto em Tax & Accounting o faturamento avançou 14 por cento, para 324 milhões de dólares.

A receita total no trimestre foi de 3,15 bilhões de dólares, que se compara à expectativa média de analistas de 3,13 bilhões de dólares.

A companhia reafirmou sua previsão anual para lucro e disse que espera receita estável frente ao ano passado, em 12,5 bilhões de dólares.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below