4 de Fevereiro de 2015 / às 12:48 / 3 anos atrás

Ações da Petrobras ampliam alta após renúncia de CEO e cinco diretores

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Petrobras voltavam a disparar nesta quarta-feira, um dia após as preferenciais registrarem a maior alta percentual em 16 anos, reagindo à renúncia da presidente da estatal, Maria das Graças Foster, e de cinco diretores.

Às 10h42, os papéis preferenciais da companhia subiam 6,30 por cento, enquanto as ações ordinárias avançavam 6,54 por cento. No mesmo instante, o Ibovespa tinha valorização de 0,98 por cento.

“Qualquer mudança na companhia tem viés benéfico, pois mostra que o governo está empenhado em fazer de tudo para que ela não perca o grau de investimento”, disse o gerente de renda variável da Fator Corretora, Frederico Ferreira Lukaisus, logo após a notícia.

“Não tem nenhum nome ainda, há muita especulação, mas o importante é a continuidade do choque de credibilidade que o governo está tentando passar para o mercado. Isso começou com o Joaquim Levy no Ministério da Fazenda e agora se estende para a Petrobras”, acrescentou.

Em relatório a clientes, antes do anúncio, comentando os rumores sobre a iminente saída de Graça Foster, o analista Frank McGann, do Bank of America Merrill Lynch, ponderou que encontrar substitutos não será fácil.

Para McGann, será fundamental a nova diretoria combinar força técnica e um maior nível de independência do que o visto nos últimos anos.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below