5 de Fevereiro de 2015 / às 12:47 / em 3 anos

Duratex vê piora em desempenho operacional, prevê redução de investimentos em 2015

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de insumos para a construção civil e marcenaria Duratex viu piora nos resultados operacionais do quarto trimestre e previu redução de 34,2 por cento dos investimentos em 2015 na comparação com o ano passado, citando a influência do atual quadro econômico.

No período de outubro a dezembro, o lucro líquido consolidado da companhia subiu 28,3 por cento sobre um ano antes, a 90,19 milhões de reais, beneficiado sobretudo por menor pagamento de impostos.

O lucro líquido recorrente, por sua vez, mostrou queda de 27,4 por cento nas mesmas bases, a 85,72 milhões de reais, na esteira de pior desempenho operacional no período.

A receita líquida no mercado interno, o mais representativo para a Duratex, caiu 3,5 por cento no trimestre ante igual período de 2013. No mercado externo, contudo, o crescimento de 181,6 por cento na mesma linha conseguiu fazer a empresa registrar aumento de 3,2 por cento nas vendas líquidas totais, a 1,04 bilhão de reais.

Apesar disso, a Duratex viu a geração de caixa medida pelo lucro antes de impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cair 14,2 por cento sobre um ano antes, afetada por aumento nos custos dos produtos vendidos e nas despesas com vendas, gerais e administrativas.

Em comentário sobre o desempenho, a companhia afirmou que, em razão do quadro econômico atual, o investimento da ordem de 1,3 bilhão de reais para a construção de duas novas linhas de painéis, em Minas Gerais, encontra-se em revisão.

Para 2015, a companhia previu investimentos de cerca de 400 milhões de reais, patamar próximo ao de 2009, quando foi de 427 milhões de reais, e bem abaixo dos 607,9 milhões de reais investidos no ano passado.

Em apresentação a investidores, a Duratex assinalou que o investimento no ano será limitado à manutenção da operação, também afirmando que terá a redução de custos como foco.

Em dezembro, a companhia encerrou as atividades da planta de louças Jundiaí II, sua unidade mais antiga, redirecionando a produção para a recém-inaugurada planta de Queimados, buscando, com isso, maior eficiência de produção e custos menores.

PROVENTOS

No fechado do ano passado, o lucro líquido da Duratex atribuível ao controlador somou 390,35 milhões de reais, queda expressiva ante os 519,92 milhões registrados em 2013.

Mesmo assim, a companhia também divulgou nesta quinta-feira que seu Conselho de Administração aprovou juros sobre o capital próprio excedentes ao dividendo mínimo obrigatório de 2014, conforme ata da reunião realizada na véspera.

A remuneração terá o valor de 0,065126956 real por ação, com o pagamento realizado em 26 de fevereiro com base na posição acionária do dia 5 de fevereiro.

"Em decorrência desse juro sobre o capital próprio adicional de 10 por cento, os proventos líquidos declarados pela companhia representarão 40 por cento do lucro líquido ajustado do exercício de 2014", disse a companhia.

O Conselho da Duratex autorizou ainda programa de recompra de até 23 milhões de ações ordinárias no período de 6 de fevereiro deste ano a 5 de fevereiro de 2016 para manutenção em tesouraria, cancelamento ou recolocação no mercado.

Às 10h45, as ações da companhia subiam 2,06 por cento, enquanto o Ibovespa recuava 0,36 por cento.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below