6 de Fevereiro de 2015 / às 14:58 / em 3 anos

Colheita de soja de Mato Grosso está mais atrasada ante 2014

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de soja em Mato Grosso avançou nesta semana num ritmo que a deixou mais atrasada na comparação com o mesmo período do ano passado, repercutindo o atraso no plantio provocado pela seca de setembro e outubro, disseram nesta sexta-feira entidades ligadas aos agricultores.

A colheita no Estado, o maior produtor de grãos do país, avançou para 17 por cento da área plantada na última semana, avanço de 6,6 pontos percentuais ante a semana anterior, mas atrás do índice de 21,7 por cento registrado um ano atrás, informou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

No relatório da última sexta-feira, o Imea registrou que a colheita estava praticamente no mesmo ritmo da safra anterior.

“Colheu-se a soja precoce, por isso que estava parelho. Agora está se colhendo a soja que teve um atraso de plantio”, disse o diretor técnico da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Nery Ribas.

As regiões de Mato Grosso mais atrasadas, na comparação com 2014 são o noroeste e o sudeste.

Ribas destacou, no entanto, que o atraso não preocupa e que os trabalhos de colheita ocorrem sem dificuldade devido ao tempo pouco chuvoso das últimas semanas em Mato Grosso.

“A fase de enchimento de grãos, que remete à produtividade e à produção, foi bastante afetada. A gente vai ter uma redução de safra”, disse Ribas, sem estimar um índice de perda de potencial.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below