12 de Fevereiro de 2015 / às 00:00 / em 3 anos

Ministro das Finanças grego espera alcançar "acordo de cura" na segunda-feira

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, conversa com o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, durante uma reunião extraordinária de ministros das Finanças da zona do euro para discutir a situação grega, em Bruxelas, na Bélgica, nesta quarta-feira. 11/02/2015 REUTERS/François Lenoir

BRUXELAS (Reuters) - O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, minimizou a impossibilidade de chegar a uma posição comum com o resto da zona do euro e disse acreditar que um “acordo de cura” para as finanças da Grécia poderia ser alcançado na segunda-feira.

Aparentemente calmo e composto, depois de sete horas de negociações em Bruxelas que avançaram até a madrugada de quinta-feira, Varoufakis disse a repórteres que a reunião de emergência do Eurogrupo nunca teve a intenção de produzir um acordo, mas que houve uma boa discussão.

Diplomatas da União Europeia disseram que um comunicado comum sobre um caminho a seguir para a Grécia e a zona do euro foi elaborado, mas que a delegação grega, que consultou o governo grego por telefone, não concordou com o documento.

O novo governo radical da Grécia insiste que não vai estender um programa de resgate internacional, que expira em duas semanas, mas os seus parceiros da UE dizem que o país precisa aceitar algum financiamento condicional.

Reportagem de Renee Maltezou

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below