23 de Fevereiro de 2015 / às 20:54 / em 3 anos

Ibovespa começa semana estável; setor de educação dispara com ajustes no Fies

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou o primeiro pregão da semana praticamente estável, com forte alta dos papéis de empresas de educação e da fabricante de cigarros Souza Cruz ofuscando queda das ações da Vale e da Petrobras, em nova sessão de giro financeiro reduzido.

Após ajustes, o Ibovespa encerrou a segunda-feira com oscilação positiva de 0,08 por cento, a 51.280 pontos. O volume financeiro alcançou apenas cerca de 5,17 bilhões de reais, abaixo da média do mês de 7,2 bilhões de reais.

Kroton e Estácio dispararam desde a abertura, após o Ministério da Educação publicar norma que define como válidas apenas para 2015 mudanças sobre regra de recompras mensais de créditos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Analistas consideraram a notícia positiva, embora não exatamente uma surpresa e também não descartaram potenciais novas mudanças à frente. A sessão também marcou a reabertura do sistema do Fies para novas matrículas.

Souza Cruz encerrou em alta de 7,74 por cento, depois que sua acionista controladora British American Tobacco afirmou avaliar uma oferta de aquisição das ações que não possui da empresa brasileira ao preço de 26,75 reais por papel, um prêmio de 13 por cento sobre o fechamento de sexta-feira.

O gestor e sócio na Principia Capital Management Marcello Paixão avaliou que o preço ofertado parece barato em relação ao histórico de Souza Cruz. “Se confirmada a oferta, o mercado perde uma empresa extremamente rentável e com elevada governança”, disse.

Também na ponta positiva, Sabesp fechou em alta de 2,69 por cento, após a com a companhia de água e saneamento do Estado de São Paulo admitir possibilidade de pedir à agência reguladora do setor reequilíbrio tarifário.

O noticiário corporativo positivo, contudo, foi anulado pelo declínio expressivo dos papéis da Vale, com as preferenciais da fechando em queda de cerca de 4 por cento.

Em nota a clientes logo cedo, o analista Marco Aurélio Barbosa, da CM Capital Markets, disse que o mercado aguarda o fim do feriado de ano novo Chinês para analisar números da economia asiática que apontam “para um lento, mas consistente processo de desaceleração que tem forte impacto sobre o preço das já combalidas commodities”.

Petrobras também pesou, com as preferenciais da estatal terminando a segunda-feira em queda de 1,9 por cento, em sessão de baixa dos preços do petróleo no mercado externo.

Veja as maiores baixas e altas do Ibovespa nesta segunda-feira:

Maiores altas

Ação Código Variação Preço R$

SOUZA CRUZ ON CRUZ3.SA 7,74% 25,48

ESTACIO PART ON ESTC3.SA 5,89% 20,33

KROTON ON KROT3.SA 5,86% 12,28

SABESP ON SBSP3.SA 3,14% 16,09

GAFISA ON GFSA3.SA 1,92% 2,12

MARFRIG ON MRFG3.SA 1,86% 4,94

JBS ON JBSS3.SA 1,84% 12,2

MULTIPLAN ON MULT3.SA 1,75% 53,05

COPEL PNB CPLE6.SA 1,7% 32,27

ALL AMER LAT ON ALLL3.SA 1,3% 5,45

Maiores quedas

Ação Código Variação Preço R$

OI PN OIBR4.SA -6,92% 6,05

TIM PART ON TIMP3.SA -5,33% 11,72

USIMINAS PNA USIM5.SA -4,67% 3,88

VALE ON VALE3.SA -4,42% 21,62

SID NACIONAL ON CSNA3.SA -3,98% 5,06

ELETROBRAS ON ELET3.SA -3,8% 5,06

BRADESPAR PN BRAP4.SA -3,79% 13,2

VALE PNA VALE5.SA -3,6% 18,75

GOL PN GOLL4.SA -3,58% 10,51

CESP PNB CESP6.SA -3,39% 23,06

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below