4 de Março de 2015 / às 22:14 / 3 anos atrás

Wall St fecha em queda, recuando após ganhos recentes

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos caíram nesta quarta-feira pela segunda sessão seguida, com os investidores recuando após o rali recente.

Ações do setor de saúde foram os únicos destaques positivos, depois de uma audiência da Suprema Corte dos EUA e da aprovação de um medicamento para o câncer.

O índice Dow Jones caiu 0,58 por cento, a 18.096 pontos, enquanto o S&P 500 teve perda de 0,44 por cento, a 2.098 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 0,26 por cento, a 4.967 pontos.

O mercado acionário subiu com força em fevereiro e o Dow Jones e o S&P 500 atingiram pontuações recordes na segunda-feira, quando o Nasdaq ultrapassou os 5.000 pontos pela primeira vez em 15 anos.

“Nós não lemos qualquer coisa do recuo de hoje. O mercado teve um ótimo fevereiro”, disse o diretor de investimentos da Matrix Asset Advisors, David Katz. “Sugerimos a compra em qualquer fraqueza”.

Muitos investidores adiaram grandes apostas antes de uma enxurrada de dados econômicos que saem até o fim da semana, culminando com o relatório sobre mercado de trabalho em fevereiro, divulgado pelo Departamento do Trabalho. O relatório de emprego é visto como um indicador para o momento da primeira alta da taxa de juros pelo Federal Reserve em anos.

O índice de saúde do S&P 500, que subiu 5,75 por cento desde o final do ano, encerrou a sessão em alta de 0,39 por cento, com os investidores apostando que a Suprema Corte pode inclinar-se favoravelmente à visão do governo Obama sobre o Affordable Care Act depois que a corte ouviu um segundo grande desafio à lei.

“Eu acho que essa audiência amenizou os medos --pelo menos por enquanto-- de que estávamos a caminho de uma virada no Obamacare”, disse o estrategista de mercado da Prudential Financial Quincy Krosby.

    As ações da Bristol Myers Squibb subiram 6 por cento, para 65,67 dólares, depois que os reguladores dos EUA aprovaram o seu tratamento Opdivo para câncer de pulmão.

A economia dos EUA continuou a se expandir na maioria das regiões e setores do início de janeiro a meados de fevereiro, o Fed disse quarta-feira à tarde, no seu relatório Livro Bege.

Os empregadores do setor privado dos Estados Unidos criaram 212 mil postos de trabalho em fevereiro, abaixo das estimativas do mercado, de 220 mil vagas, embora a leitura de janeiro tenha sido revisada para cima, mostrou relatório da processadora de folhas de pagamento ADP divulgado nesta quarta-feira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below