6 de Março de 2015 / às 10:19 / em 3 anos

Consumidores e comércio ajudam a acelerar expansão da zona do euro no 4º tri

BRUXELAS (Reuters) - Os gastos dos consumidores, investimentos e o comércio garantiram a aceleração da economia da zona do euro no quarto trimestre, com a queda dos estoque sendo o único peso real sobre o crescimento, mostraram nesta sexta-feira dados da agência de estatísticas europeia, Eurostat.

Logo do euro em frente ao prédio do Banco Central Europeu em Frankfurt. 26/10/2014 REUTERS/Ralph Orlowski

A Eurostat confirmou sua estimativa anterior de que a economia dos 18 países que compartilham o euro expandiu 0,3 por cento na comparação trimestral e 0,9 por cento na base anual, após crescimento trimestral de 0,2 por cento no terceiro trimestre e de 0,1 por cento no segundo.

A agência informou que a demanda das famílias acrescentou 0,2 ponto percentual ao resultado geral trimestral; a formação bruta de capital fixo adicionou 0,1 ponto, e o comércio, mais 0,2 ponto.

A contribuição dos gastos do governo foi zero, enquanto as mudanças dos estoques tiraram 0,2 ponto do resultado final.

Maior economia da zona do euro, a Alemanha cresceu 0,7 por cento na comparação trimestral, enquanto a França, segunda maior, desacelerou para uma expansão de 0,1 por cento ante 0,3 por cento nos três meses anteriores.

Reportagem de Philip Blenkinsop

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below