1 de Abril de 2015 / às 15:23 / em 2 anos

Comexim vê queda na safra de café do Brasil para 48,6 mi sacas em 15/16

SÃO PAULO (Reuters) - A exportadora Comexim, de Santos (SP), estimou nesta quarta-feira a safra de café do Brasil da temporada 2015/16 em 48,6 milhões de sacas, ante 49,35 milhões de sacas em 2014/15, impactada principalmente por perdas na produção do Espírito Santo.

“A razão para isso é que a área mais atingida, no que diz respeito à seca, foi o Estado do Espírito Santo, que é o maior produtor de café conillon”, comentou o exportador John Wolthers, em relatório.

“O impacto foi muito relevante, com uma redução ante as 13 milhões de sacas do ano passado, para 9,30 este ano”, acrescentou ele, ressaltando que as fontes capixabas estão divergindo sobre os volumes.

O Brasil é o maior produtor e exportador global de café, com a produção de conillon, com colheita perto de começar, representando pouco menos de 30 por cento do total. A safra de café arábica será de mais de 70 por cento do número global.

De acordo com Wolthers, “a boa notícia é o aumento da produção total de café arábica do país para quase 35 milhões de sacas, ante 32,75 no ano passado”.

Por Gustavo Bonato e Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below