6 de Maio de 2015 / às 20:44 / em 2 anos

Bovespa recua com realização de lucros após três altas seguidas

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista fechou em queda nesta quarta-feira, com a realização de lucros principalmente nas ações da mineradora Vale e da Petrobras e o declínio nos papéis de bancos fazendo o Ibovespa quebrar sequência de três pregões de alta.

O principal índice da Bovespa recuou 1,63 por cento, a 57.103 pontos.

O volume financeiro alcançou 9,3 bilhões de reais, acima da média diária deste ano, que é de quase 7 bilhões de reais.

Em sessão marcada por resultados corporativos, incertezas sobre a votação da Medida Provisória 665, que altera regras de acesso a benefícios trabalhistas e é uma das medidas no plano de ajuste fiscal do governo, adicionaram ruído aos negócios.

“O cenário político pesou com certeza e os três dias de alta ajudaram a criar uma margem maior para uma realização de lucros”, disse o analista de renda variável Fabio Lemos, da gestora São Paulo Investments.

Ele também destacou efeito de declaração da titular do banco central norte-americano sobre o elevado nível de preço nos mercados acionários e indicadores econômicos negativos no Brasil e no exterior.

Janet Yellen disse nesta quarta-feira que as “valuations do mercado de ações neste momento estão de modo geral bastante elevadas”. “Há perigos potenciais nisso”, afirmou a chair do Federal Reserve.

DESTAQUES

=VALE fechou em forte queda, com baixa de 7,87 por cento para as ações ON e desvalorização de 4,53 por cento para as PNA, após três pregões de expressiva valorização, apesar de o minério de ferro à vista na China ter superado os 60 dólares por tonelada. No mês, Vale ON ainda sobe 10,07 por cento e Vale PNA acumula ganho de 6,78 por cento.

=PETROBRAS também reverteu o viés positivo da abertura, quando a preferencial avançou quase 4 por cento, e fechou com declínio de mais de 5 por cento, na primeira baixa das ações em seis pregões.

=ELETROBRAS voltou a figurar entre as maiores altas do Ibovespa. Uma fonte próxima ao grupo estatal disse à Reuters que a companhia pretende vender o controle da goiana Celg D e de suas outras distribuidoras.

=AMBEV terminou com acréscimo de 0,46 por cento, após subir mais de 3 por cento na primeira etapa do pregão, em meio à análise da alta de 14 por cento do lucro no primeiro trimestre, impulsionado por avanço da receita com aumento de vendas de cerveja no Brasil.

=CSN subiu 0,33 por cento, em sessão com resultado trimestral e decisão do Conselho de Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de rejeitar pedido da empresa sobre a entrada da Ternium no capital da Usiminas. As preferenciais da Usiminas, por sua vez, avançaram quase 5 por cento.

=GERDAU encerrou em baixa de 4,03 por cento, após divulgar declínio de 39 por cento no lucro do primeiro trimestre.

=TIM PARTICIPAÇÕES caiu mais de 5 por cento, após balanço do primeiro trimestre da empresa mostrar queda no lucro para 312,7 milhões de reais e descartar corte de pessoal como estratégia para corte de custos.

=BR MALLS recuou mais de 3 por cento, após divulgar resultado trimestral mostrando prejuízo de 132,7 milhões de reais, mesmo com analistas avaliando positivamente dados das vendas mesmas lojas.

=ELETROPAULO, que não faz parte do Ibovespa, disparou mais de 7 por cento, após a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propor aumento médio de 15,16 por cento nas tarifas da distribuidora.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below