29 de Maio de 2015 / às 21:25 / 2 anos atrás

BRF avalia oportunidades para eventual nova emissão após captar em euros

(Reuters) - A BRF, uma das maiores empresas de alimentos do Brasil, não descarta novas emissões de dívida este ano, após realizar nesta sexta-feira uma inédita emissão em euros de “green bonds”, disse à Reuters um executivo da companhia.

A BRF emitiu 500 milhões de euros em bônus com prazo de vencimento de sete anos, cupom de 2,75 por cento e rendimento de 2,822 por cento, disse a empresa em comunicado ao mercado, confirmando informação publicada mais cedo pelo IFR, serviço da Thomson Reuters. Segundo o IFR, a demanda pelos títulos de dívida superou os 2 bilhões de euros.

“Pode haver outras, a gente nunca se fecha para o mercado, estamos sempre olhando oportunidades que se apresentem”, afirmou o diretor financeiro da BRF, Elcio Ito, em entrevista por telefone, ao ser questionado se a empresa poderia realizar outra captação em 2015.

Ele não especificou que tipo de operação poderia ser realizada.

A operação em euros foi realizada após a empresa ter tido seu rating elevado no dia 19 pela agência de risco Standard & Poor’s de “BBB-” para “BBB”, um degrau acima da classificação de crédito soberano em moeda estrangeira do Brasil.

“Essa operação (em euros) mostraria como o mercado enxergaria a BRF no novo rating, e o mercado efetivamente reconheceu... A BRF emitiu na taxa de 2,82 por cento, uma taxa mais baixa do que se o país fosse emitir com o mesmo prazo”, disse o executivo.

Segundo ele, a operação traz ”reconhecimento da qualidade de crédito da BRF e “início de descolamento de crédito do risco Brasil, à medida que vamos expandindo as operações fora do Brasil”.

Ito destacou ainda que operação de “green bonds” foi a primeira do mercado brasileiro e também inédita para uma empresa de alimentos na América Latina.

O “green bond” é um título de dívida com alguns atributos adicionais, exigindo que os recursos captados sejam aplicados em projetos ambientalmente sustentáveis. Há investidores no exterior que só aplicam nesse tipo de instrumento.

Segundo a gerente de Sustentabilidade da BRF, Luciana Ueda, a empresa já tem diversas iniciativas ambientalmente sustentáveis, como projetos de eficiência energética, uso sustentável de água e gestão de resíduos.

Os recursos levantados com os “bônus verdes” deverão ser aplicados nesses projetos ou em outras inovações relacionadas, disse Luciana, sem especificar projetos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below