12 de Junho de 2015 / às 11:00 / 2 anos atrás

Índices acionários ficam contidos por drama na Grécia

SYDNEY (Reuters) - As ações asiáticas tiveram um pregão fraco nesta sexta-feira à medida que as conversas sobre a dívida da Grécia deram mais uma guinada confusa.

A atividade foi esparsa, com o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão em alta de 0,34 por cento, às 7h45 (horário de Brasília), pouco acima de mínimas de três meses. O índice japonês Nikkei quase não oscilou, embora tenha encontrado certo suporte na alta do dólar contra o iene.

O mercado da China deu continuidade à sua sequência altista. A bolsa em Xangai subiu 0,9 por cento, tocando o nível mais alto desde o início de 2008, com as ações ligadas ao setor imobiliário mais firmes por sinais de recuperação na demanda por imóveis.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) tomou na quinta-feira a decisão surpreendente de deixar as negociações em Bruxelas e voltar para casa devido a grandes diferenças com Atenas.

A decisão veio após a União Europeia dizer ao primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, para parar de jogar com o futuro de seu país e tomar as decisões cruciais para evitar um default devastador.

Somando-se ao ar de cautela, o jornal alemão Bild informou que Berlim fez "consultas concretas" sobre o que fazer no caso de calote da Grécia, citando diversas pessoas familiarizadas com o assunto.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below