24 de Junho de 2015 / às 11:04 / em 2 anos

Neeleman quer aposta forte da TAP nos EUA e no Brasil

(Reuters) - A TAP-Portugal vai apostar forte nos mercados dos Estados Unidos e Brasil sob a égide do consórcio dos empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman, que querem que a companhia aérea voe para 10 novos destinos em cada um dos locais.

Avião da TAP decolando em São Paulo. 11/06/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

“Vamos expandir muito para os Estados Unidos, há muitas oportunidades lá e no Brasil. Mais 10 destinos nos EUA achamos que podemos voar, mais oito ou 10 no Brasil”, disse o empresário na cerimônia de assinatura do acordo de privatização da TAP.

Atualmente, a TAP opera diretamente voos para Newark, em Nova York, e para Miami. No Brasil opera voos para 11 destinos.

David Neeleman, que tem dupla nacionalidade, brasileira e norte-americana, detém a companhia aérea brasileira Azul e fundou a JetBlue Airways, uma linha aérea de baixo custo sediada em Nova York e de cuja liderança ele saiu em 2007.

Em 11 de junho, o governo de Portugal anunciou que o consórcio Gateway, que alia Neeleman a Humberto Pedrosa, presidente do Grupo Barraqueiro, venceu a disputa pela privatização de 61 por cento da TAP.

Por Daniel Alvarenga

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below